O principal objetivo deste blog é oferecer informações e notícias relacionadas com a Antropologia Biológica e Cultural, bem como com a Arqueologia.


Pesquisa personalizada

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Descobertas penas de dinossauro conservadas em âmbar

AP Photo/Science
Ryan McKellar liderou a equipa de paleontólogos que descobriu as penas conservadas em âmbar 



Conservadas em âmbar, as penas foram descobertas no Canadá, por uma equipa de paleontólogos da Universidade de Alberta . Ao que tudo indica, estas penas pertenceram a dinossauros e podem contribuir para a projeção de uma imagem mais aproximada do aspeto e da cor dos espécimes extintos que viveram no nosso planeta há cerca de 70 milhões de anos.


As penas e proto-penas (antecedentes das penas que conhecemos hoje em dia, estas últimas também são apelidadas de "dinofuzz" - penugem de dinossauro) foram encontradas por Ryan McKellar e a sua equipa de paleontólogos, enquanto analisavam mais de quatro mil pedaços de âmbar, alguns com menos de um centímetro, que se encontravam na posse de museus canadianos. Publicada na revista Science , a descoberta vai permitir aos investigadores examinar aspetos como a morfologia, função e evolução das penas, mas a equipa de paleontólogos admite que não há possibilidade de associar os 11 exemplares encontrados a espécies concretas de dinossauros ou aves, apesar dos filamentos serem semelhantes a marcas anteriormente descobertas em fósseis destes animais. De acordo com os investigadores, citados pela revista Science, é provável que alguns dos fragmentos de penas encontrados pertencessem a animais voadores, enquanto outros parecem apresentar características que permitem absorver a água, semelhantes às das penas das aves marinhas atuais.[Fonte: Expresso]

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada